Reserve Agora logo

Gastronomia na Pousada do Toque – São Miguel dos Milagres

Priscila Reis| Dez 13, 2012 | Onde comer

Quando cheguei na Pousada do Toque, não pensava em outra coisa a não ser relaxar e comer. Li tantos relatos de blogueiros e comentários de viajantes que já cheguei com água na boca. O ruim disso é que a expectativa à respeito da gastronomia na Pousada do Toque ficou lá em cima. Acho que fantasiei uma culinária espetacular, num paraíso rústico e relaxante. Realmente seria demais. Foi bom, mas nem tudo foi espetacular.

O melhor de todos os pratos que experimentei na Pousada do Toque foi a moqueca de frutos do mar com banana da terra. Estava divina, até mesmo para uma baiana exigente! O ravióli de batata doce feito na casa também surpreendeu. Macio e bem gostoso, com recheio de tomate.

As crianças adoraram o fato de ter sushi e sashimi na pousada. O único inconveniente era a necessidade de pedir com 24hrs de antecedência.

Os famosos peixe no sal grosso e peixe na folha de bananeira não me agradaram. Achei ambos sem graça. O peixe no sal grosso, então, estava super ressecado. Ainda bem que os acompanhamentos caseiros, como farofa, feijão e purê de banana da terra estavam gostosos.

Teve camarão com damasco, que estava bom, mas deveria ser chamado de damasco com camarão, pela quantidade exagerada de damasco.

O arroz de polvo estava bom, mas poderia ter mais liga (como dizemos na Bahia!).

Como adoro a mistura de doce com salgado, achei que fosse amar o lagostim ao mel com purê de abóbora e cuscuz de milho, mas o prato estava muito doce, o lagostim duro e o cuscuz super sem graça. O que me salvou foi o ótimo purê de abóbora!

O bolinho de aipim com queijo coalho e ervas servido na piscina, podia ser bem melhor se não tivesse as ervas! Sofisticou demais uma coisa simples, que não tem erro!

A sobremesa mais apetitosa do cardápio era o suflê de goiaba com calda de queijo quente. Estava bem gostoso, mas poderia ser menos doce.

Não poderia deixar de apontar um quesito que me surpreendeu positivamente na Pousada do Toque: a cozinha gourmet à disposição dos hóspedes! Aí eles acertaram em cheio. Panelas, facas, sais de diferentes lugares do mundo, azeites, balsâmicos, dentre outras coisinhas que os amantes de gastronomia adoram, ficavam à disposição dos hóspedes. Bastava reservar o espaço gourmet, escolher os ingredientes do prato que desejava fazer e a cozinha separava TUDO, e deixava do jeito que você pedia. À minha disposição deixaram camarões limpos, polvo aferventado, tomate cereja da horta, tempero verde e hortaliças fresquinhas, além de pacotes de spaghetti. O jantar foi um sucesso!

Adoramos não só a cozinha gourmet, como também a sala de jantar privativa com oito lugares, ao lado da adega. Foi um jantar especial. Pena não termos trazido vinhos bons, já que os rótulos existentes na adega da pousada deixam a desejar.

Uma coisa que me incomodou foi a necessidade de pedir alguns pratos com 8hrs de antecedência, como era o caso dos peixes na folha de bananeira e no sal grosso, ou 24hrs de antecedência, como os pratos vegetarianos e o sushi. Sei que a prática evita desperdício, mas acredito que o ato de comer seja um ritual, ligado ao 5 sentidos. O que queremos comer geralmente está ligado àquilo que estamos sentindo na hora, uma lembrança que fez surgir um desejo, o cheirinho da comida do vizinho, enfim…Ter que pedir um prato com tanta antecedência e ainda ser obrigado a marcar horário para comer está longe de ser um dos meus “programas” favoritos.

Se você peca pela gula como eu e já esteve na Pousada do Toque, adoraria saber o que achou de lá! Deixe o seu comentário!

Tags:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *