Reserve Agora logo

Remédios essenciais para levar em viagem

Priscila Reis| Maio 7, 2012 | Mala de Viagem , Planeje-se

Remédios essenciais para levar na viagem

Imagine chegar ao destino dos seus sonhos e não conseguir aproveitar por conta de um mal estar ou doença?

Pensando nisso e atendendo a pedidos, fizemos um resumo das sugestões de remédios levados em viagens pelos membros do Grupo “Trip Buzz Voali” @Facebook, além de uma listinha especial para crianças. Mas é sempre bom lembrar que o ideal é pedir ao médico de sua confiança a prescrição do que usar e em que situações poderá fazer uso dos medicamentos.  Se automedicar pode ser perigoso!

(Remédios essenciais para levar na viagem)


Analgésicos e anti-térmicos:
 Alivium, Buscopam, Dorflex, Dolamin Flex, Novalgina, Paracetamol, Tylenol, Dipirona, Neosaldina etc..;

Anti-alérgicos: Polaramine, Allegra D

Anti-inflamatórios: (Diclofenaco, Dietilamônio , etc.) para eventuais dores de garganta;

Antibióticos: (Avalox e Amoxilina, principalmente para garganta) e/ou outros que o seu médico ache importante levar, considerando o seu histórico de problemas no que pertine à saúde;

Anti-ácido ou similares para azia, dores de estômago, gases:
 Luftal, Digeplus, Sonrisal, Pepsamar,  Buscopan Composto, Feldene sublingual ou Ponstan (cólicas) Albicon (aftas), etc.);

Para gripe: Unkan, Solução33 (fitoterápicos), Resprin, Resfenol, Benegripe, Trimedal, Targifor C, Sorine, Redoxon, etc..;

Para enjôos e vômitos, especialmente se você pretende fazer viagens de barco ou caminhar na altitude: Dramin, Vonau, Solução 66 (fitoterápico), etc..;

Para dores de ouvido: Otosynalar, óleo de calêndula (fitoterápico), etc..;

Colírios: Optive, Fresh tears (ambos para lavar os olhos e proteger do ressecamento) e Tobrex ou Tobradex (antibióticos);

Para relaxar e ajudar a dormir: Melatonin (natural regulador do sono no fuso), Sintocalmy ou Remilev (ambos naturais, mais para relaxar), Lexotan ou Rivotril (tarja preta, somente por prescrição médica, caso pessoa tenha pânico ou insônia severa);

Pomada para picada de inseto: Fenergan, Andantol ou bastões para picadas comprados em farmácias do exterior, tipo “After Bite”;

Um kit  para eventuais curativos: Bandaid, Merthiolate, Sanativo, gase, esparadrapo, tesourinha, etc;

Filtro solar e creme hidratante são básicos para qualquer viagem, tanto no frio quanto no calor;

Algum remédio de emergência para diarréia, infecção urinária e dor de garganta.

Se for viajar com crianças, é imprescindível fazer uma listinha de remédios com o pediatra dele(a) de acordo com o histórico. No geral, eles recomendam levar: Predsim (corticóide), Hixizine (anti-alérgico), Klaricid, Clavulin ou outro antibiótico normalmente usado para crises de garganta ou Sinusite,  Nasomar ou Maresis (spray de água do mar de jato contínuo) ou Sorine ou Soro fisiológico para lavar o nariz, Propolina L3, novacort ou candicort pomada, Omcilon-A em orabase ou Albicon (para aftas), Luftal em gotas (gases), algum remédio para dor de ouvido, novalgina supositório ou solução oral (dor), cewin gotas (vitamina C), além de termômetro, bandaid, gaze, esparadrapo, repelente, hidratante para o corpo, rosto e lábios e é claro, filtro solar!

Outra dica que falamos no grupo é o uso do seguro de alguns cartões de crédito para os associados. Eles mandam o médico para atendimento aonde você estiver, além de dar orientação sobre qual hospital ir, caso seja necessário.

Se tiver plano de saúde, entre em contato e pergunte sobre as condições para estender os benefícios no exterior ou informe-se na agência de viagens sobre o serviço.

Antes de ir, verifique sua carteira de vacinação e tome todos os reforços que estiverem vencidos. Alguns países exigem que você seja vacinado contra febre amarela, a qual deverá ser tomada pelo menos dez dias antes da viagem.

Também é importante ter cuidados em relação à água, que pode estar contaminada. Por isso, evite beber água da torneira!! Prefira sempre água mineral e preste atenção se o lacre não foi violado. Principalmente em países mais pobres e sem muita higiene, como Índia.

Quanto aos alimentos, é claro que ao viajar para um país de cultura diferente da nossa, experimentar a culinária local faz parte dos prazeres da viagem, mas é bom evitar comer alimentos vendidos na rua, comida crua ou muito gordurosa. Não custa nada tentar evitar futuros problemas, não é mesmo?!

Já dizia um velho ditado popular: É melhor prevenir do que remediar!

Tags:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Pedro Jatobá

    maio 23, 2014

    Muito bem lembrado Priscila haha ! E eu levando apenas o Anti-alérgico ... vou copiar a sua lista ! Parabéns pela iniciativa !

    Responder
    • bel

      jun 17, 2014

      Mesmo que não seja antibiótico é preciso de prescrição médica?? tipo remédio de dor de cabeça , anti ácido,

      Responder
      • Priscila Reis

        jul 10, 2014

        Não Bel! Remédios simples podem entrar sem problema, mesmo sem receita.

        Responder
      • Andréia Britto

        jul 12, 2014

        Priscila, eu preciso levar os medicamentos todos nas caixas originais? Obrigada

        Responder
        • Priscila Reis

          jul 16, 2014

          Andréia, Eu sempre levo nas caixas com bula e tudo. Acho mais prudente, mas não sei a regra exata pois não li nenhum regulamento específico. Nunca tive problemas dessa forma, no entanto. abraços Priscila

          Responder
        • Bianca

          ago 28, 2014

          Olá Priscila, Os remédios podem ser levados na bagagem de mão? Obrigada

          Responder
          • Priscila Reis

            set 08, 2014

            Bianca, Não tem problema, desde que os líquidos tenham tamanho menor que 100ml.

            Responder
          • Cris

            out 02, 2014

            Comprei o Maresis pra levar e depois que me toquei do problema com a bagagem. Preciso desse remédio para meu filho, mas tenho medo de que ele fique retido

            Responder
            • Priscila Reis

              out 06, 2014

              Cris, Nunca pensei nisso, mas normalmente não há problema levar desodorante em aerosol no avião, e acredito que por semelhança, não haja problema em levar o Maresis. Por precaução, recomendaria levar também um similar tipo rinosoro ou sorine, sem o aerosol, mas é melhor consultar o médico e a companhia aérea. abraços

              Responder
            • Contando as Horas » Arquivos » Medicamentos essenciais para levar em uma viagem

              set 24, 2016

              […] completinhos são: Farmacinha de viagem: o que levar, escrito pela Mari Campos do blog Pelo Mundo e Remédios essenciais para levar na viagem, escrito pela Priscila do blog Voali. Ou você pode mandar um comentário aqui no blog, que a minha […]

              Responder
              • Remédios essenciais para levar na viagem – Viajando pela Maternidade

                mar 26, 2017

                […] https://www.voali.com.br/remedios-essenciais-para-levar-em-viagem/ […]

                Responder
                • Hedi lamar

                  abr 10, 2019

                  Parabéns, lembrou de tudo E eu sempre faço lista, achando que eu estou certa kkkk para bens mesmo.

                  Responder
                  • Priscila Reis

                    abr 16, 2019

                    Obrigada!

                    Responder
                  • Tatiane Alves

                    maio 23, 2019

                    E esses remedios que tem tarja vermelha nessa foto, sem problemas de nao ter receita, como o Dramin e os de dor de cabeça? Vou pra Europa, minha primeira viagem internacional. Aqui tomamos eles normalmente rsrs, pretendo fazer uma necessaire com essa tua dica, obrigado!

                    Responder