Roteiro de 1 dia em Capri à la Silvia Braz Compartilhe:

Roteiro de 1 dia em Capri à la Silvia Braz

Compartilhe:
Índice:

    Roteiro de 1 dia em Capri à la Silvia Braz

    Neste roteiro de 1 dia em Capri na Costa Amalfitana, darei várias dicas de Capri inspiradas na nossa musa Silvia Braz. Também mostrarei alguns lugares charmosos e especiais, além de apresentar alguns dos melhores restaurantes de Capri. Tudo para você montar o seu roteiro de um dia em Capri. Ainda, é possível fazer a extensão para a charmosa cidade vizinha de Anacapri, se quiser. A propósito, vale lembrar que Capri é o nome da ilha e também da principal cidade, enquanto que Anacapri é uma cidade vizinha à (cidade) de Capri, na ilha de Capri rsrsrs. Se ficou confuso, continua lendo esse post que vai ficar tudo claro (e lindo)!

    Quando ir a Capri

    Primeiramente, tenho que dizer que Capri é a jóia chic da Costa Amalfitana. Não à toa, foi eleita por imperadores como local para construção de casas de veraneio. A antiga mansão do imperador Tibério, hoje em ruínas, é prova disso. É para onde os jetsetters gostam de ir, principalmente no alto verão europeu, entre julho e agosto. A galera mais local gosta de curtir a ilha entre maio e junho, e setembro até meados de outubro, quando está um pouco mais vazia…e por sua vez, mais barata! Lembrem-se que é uma ilha não tão grande assim, com um porto imenso, que recebe até grandes cruzeiros, de passagem pelo Mediterrâneo. Então, na alta estação, tem disputa de vaga em restaurante, e é claro, nos melhores hotéis de Capri, sobre os quais falamos no post Onde ficar em Capri: melhores hotéis.

    Chegando em Capri

    A Ilha de Capri fica bem pertinho do continente italiano. Conforme for, você gastará de 20 a 40 minutos para chegar lá de barco, a depender de onde estiver. O ponto de partida pode ser Nápoles, Sorrento, Positano ou Amalfi. Essas são as principais cidades de onde partem os ferrys para Capri. Diante da importância do assunto, fiz um post sobre Como chegar em Capri na Costa Amalfitana, que explica tudo bem detalhadinho 🙂

     

    Os ferrys chegam à Marina Grande. É o porto principal da ilha, mas não é o centro. De lá, normalmente pega-se um bondinho (funicolare) para subir até a Piazza Umberto I, a praça central de Capri, conhecida como piazzeta. Mas é possível chegar lá a pé, passando por ruelas e escadas. Tudo depende do tempo que você terá para explorar a ilha. Daí em diante, o que você irá fazer dependerá do seu estilo de viagem.

    Se a ideia for curtir a praia, talvez, antes de tudo, seja melhor definir se irá fazer um passeio de barco. Isso porque o aluguel do barco é feito lá na Marina Grande, logo na chegada em Capri. Você pode fazer passeios de 2 horas, por exemplo, ou ficar com o barco um dia inteiro, fazendo paradas e tomando muito banho de mar. Esse divertimento custará a partir de 100 euros, em médio, e vai aumentando a depender do tempo. Mas se, eventualmente, seu estilo for mais “urbano”, você pode fazer diferente. Curtir os bares ao redor da piazzeta, passear por lojas, sentar em algum restaurante delicioso e apreciar o visual. Calma que falaremos sobre isso adiante. No meu roteiro de 1 dia em Capri, escolhemos começar o passeio na cidade vizinha de Anacapri. Contamos sobre esse passeio no post O que fazer em Anacapri.

    A famosa piazzeta de Capri

    Analogamente, já em Capri, comece pelo centrinho de Capri, na famosa piazzeta – Piazza Umberto I – e aproveite para se refrescar tomando uma granita al limone. Essa granita é uma espécie de frozen de limão siciliano feita com gelo batido. Não surpreendentemente, você irá encontrá-la, durante o verão, por toda a Costa Amalfitana! Na piazzeta, tem vários restaurantes, bares e cafés, mas vive lotada de turistas durante o dia. É mais deliciosa à noite, quando os turistas saem, e fica mais tranquila. No entanto, considerando este roteiro de 1 dia em Capri, vale dar uma passadinha para sentir o burburinho e seguir em frente. Afinal, há muitos lugares para conhecer em Capri.

    Passeando pelas ruas de Capri num roteiro de 1 dia

    Sobretudo, recomendo adentrar pelas ruelas de Capri, como a Via le Bottegue, a Via Fuorlovado, até chegar na Via Croce. Seguindo essa via irá encontrar maravilhosos hotéis de Capri, como o Capri Tiberio Palace , sobre os quais falamos no post Onde ficar em Capri: melhores hotéis, algumas lojas, como a Carthusia, de perfumes, ou restaurantes como o Aurora, um dos mais antigos e famosos da ilha. Por sinal, essa é a parte mais calma, um pouco mais romântica das ruelas que levam para a parte alta de Capri. Se preferir mais badalação, siga no sentido da Via Camerelle, onde fica o famoso Hotel Quisisana, diversas lojas de grifes e mais um cem número de restaurantes. Por sinal, a Via Camerelle à noite, para quem vai dormir em Capri, é um dos musts da ilha.

    Na minha opinião, prefiro começar na parte mais calma, andando a pé até o restaurante Le Grottelle,  na Via Arco Naturale, almoçar curtindo um dos visuais mais lindos de Capri. Depois, siga a trilha logo abaixo do Le Grottelle até o mirante, onde você avistará os Faraglioni e aproveite para tirar muitas fotos.

    Vibe dos Beachclubs

    Se tiver disposição e quiser dar aquele mergulho e tomar um pouco de sol, desça a pé até os beachclubs La Fontelina ou Da Luigi. Assim como a maioria dos beachclubs de Capri, ambos possuem estrutura de espreguiçadeiras para alugar e restaurantes, além de acesso para o mar, em frente aos Faraglioni. Para saber mais, leia o post Melhores beachclubs de Capri.

    Passeios pelas grutas

    Uma outra opção, contudo, para quem tem mais tempo, é fazer o passeio de barco para ver as grutas Azzura, Bianca e Verde.  A Azzura, por ter uma abertura estratégica, recebe em alguns horários a luz solar que, ao refletir na água, fica azullll! Não se pode mergulhar dentro da gruta, mas tem uns barquinhos a remo que você pode contratar o passeio para dar aquela espiadinha lá dentro. Já fiz esse passeio e num roteiro de 1 dia em Capri, não seria a minha prioridade. Entretanto, se estiver com tempo sobrando, é aquela aventura turística que acaba ficando na memória.

    Passeios históricos em Capri

    Ainda com tempo? Vale visitar os belíssimos Jardins de Augusto e apreciar do alto a famosa Via Krupp, com suas inúmeras curvas apertadas, mas que está fechada para visita. Essa via era uma espécie de corta caminho para chegar à Marina Piccola, partindo dessa região central alta de Capri. Para chegar aos jardins de Augusto, siga em direção à Via Vittorio Emanuela, passe pela Via Federico Serena e Via Matteotti. Para quem gosta de passeios históricos, pode ser uma boa ideia conhecer um antigo monastério, existente desde o século 14, chamado Certosa di San Giacomo. Se adorar caminhadas mais fortes, também é possível conhecer as ruínas de uma das antigas mansões do imperador Tibério, a Villa Jovis. Esse passeio leva quase 1 hora, mas permite ter uma ideia da grandiosidade do seu império.

    Por fim, caso não seja a sua primeira vez nesse paraíso e você quiser apenas passar o dia na ilha de Capri curtindo os beachclubs, pode seguir para a praia que fica ao lado da Marina Grande e garantir o seu lugar no Bagni di Tiberio, Lo Smeraldo ou Le Ondine. Mas por ser tão perto do porto e contar com acesso mais fácil, são menos exclusivos e mais cheios de turistas. Inclusive, locais como o Bagni di Tiberio são bons com crianças.

    Ah…e para quem tem espírito aventureiro, ainda vale alugar uma scooter para flanar pelas ruas (não as de pedestre), passeando em Capri e Anacapri, por exemplo. 

    E então? Ficou com vontade de fazer esse roteiro de 1 dia em Capri e sentir um pouco a vibe do que a Silvia Braz posta nas suas redes sociais? Capri é mesmo um show. Pode ser que fique com vontade de não ir embora nunca mais!

    Compartilhe:
    Leia mais:
    Priscila Reis

    Baiana, viajante profissional e advogada na área de direito digital, fundou o site #voali depois de muitas andanças pelo mundo, aliado ao seu interesse por tecnologias da internet. Prefere voltar a um lugar amado mil vezes do que conhecer mil lugares.

    Sem comentários ainda

    Deixe seu comentário