Como arrumar a mala das crianças: o que levar Compartilhe:

Como arrumar a mala das crianças: o que levar

Compartilhe:
Índice:

    Como arrumar a mala das crianças: o que levar

    Antes de aprender como arrumar a mala das crianças, vale a pena ler o post Como arrumar a mala de viagem: dicas do que levar

    Arrumando as roupas das crianças:

    Primeiramente, temos que arrumar as roupas das crianças para viagem é um desafio para pais e mães viajantes. Contudo, não precisa ser difícil. Dessa forma, para facilitar, recomendamos separar 1 roupa completa para o dia + 1 roupa completa para a noite. Se dúvida, as crianças se sujam bastante! O bom é que são menores e dessa maneira, a roupa faz menos volume. 

    Além disso, recomendo enrolar as roupas. Dessa maneira, ao invés de ficarem empilhadas na mala, ficam arrumadinhas umas ao lado das outras. Isso facilita a visualização das roupinhas dentro da mala, e fica mais difícil de bagunçar. Por mais que roupa pareça ser o item principal, há vários outros itens essenciais que devem compor a mala das crianças. Vejamos abaixo:

    Itens essenciais:

    Não apenas roupas importam na hora de arrumar a mala, como também outras coisinhas essenciais:

    *  sabonete neutro para corpo e cabelo
    *  escova e pasta de dentes
    *  escova de cabelos/ pente
    *  para as meninas laços, fivelas, enfeites de cabelo
    *  hidratante
    *  cortador ou tesoura de unhas
    *  protetor solar ( o que já tem hábito de usar para evitar alergias)
    *  repelente
    *  pomada para assadura
    *  de 4 a 6 fraldas descartáveis por dia
    *  lenços umedecidos (1 pacote por semana)
    *  Pacote de algodão
    * Os remédios de uso regular e outros como antitérmico (ver lista com seu pediatra) Também vale a pena ler o post Remédios essenciais para levar em viagem
    *  pares de meia para cada dia (2)
    *  calcinhas ou cuecas para cada dia (2)
    *  Roupa de berço suficientes para troca a cada 3 dias
    *  1 manta
    *  Embora pareça excesso, se estiver com bebês, vale a pena incluir 2 toalhas finas com capuz
    *  fraldas de pano (2) + panos de boca (2) 
    *  1 Babador por dia ( os descartáveis são mais práticos)
    *  Tênis, sandálias, botas, sapatinhos para ocasiões especiais e chinelos
    *  Com a finalidade de separar roupas sujas e/ou molhadas, leves sacos plásticos

    Para locais de clima quente, acrescente:

    Em virtude da diferença de vestimenta, sobretudo em locais frios ou com grande oscilação de, fizemos um lembrete do que levar para locais quentes ou frios:

    *  camisetas e bonés com proteção UV
    *  fraldas de praia e piscina (2 por dia)
    *  Toalha ou roupão de praia
    *  Bóia de braço
    *  Kit de brinquedos para praia
    *  Piscina inflável que também pode servir de banheira depois de higienizada
    *  não esquecer das sandálias tipo Hawainas
    *  pijaminhas de calor (2)
    *  biquines, maiôs ou sungas (3)

    Se for viajar para local frio, inclua:

    Mesmo que não esteja nevando ou fazendo muuuito frio, é indispensável pensar no aquecimento dos pequenos. Assim, eles ficam confortáveis e nós, tranquilos:

    *  gorro com protetor de orelhas (1)
    *  cobertor (1)
    *  cachecóis (2)
    *  pares de luva (2)
    *  casacos forrados com capuz (1)
    *  par de botas forradas (1)
    *  protetor labial, de preferência com manteiga de cacau
    *  pijamas mais quentinhos (2)
    *  Não se esqueça de colocar uma opção mais social, para um jantar ou outro evento especial. Um vestido para as meninas/uma camisa polo para os meninos.
    *  Casaquinhos de tricô vão bem sobre vestidinhos de verão e protegem as meninas do vento e da maresia no fim da tarde.

    Com certeza, o post Checklist para arrumar a mala: o que levar lhe será muito útil para conferir se incluiu tudo. Como ele, poderá ter certeza de que aprendeu como arrumar a mala das crianças para a viagem.

    Antes da viagem

    – veja se está com os documento da criança (certidão de nascimento/ passaporte / carteira de identidade) e se for viajar sem um dos pais, prepare a autorização do pai que não for junto com firma reconhecida por autenticidade ( reconhecer com a pessoa presente no Cartório). Sem isso, não embarca mesmo!

    – cheque os tamanhos das roupas e sapatos dos pequenos, principalmente se o destino tem um clima ou estação do ano diferente da temperatura à qual a família está acostumada.

    – verifique se é fácil encontrar fraldas, papinhas e lencinhos no local escolhido. É prudente levar um pacote de cada: caso você chegue tarde da noite em um lugar desconhecido, sem dominar a língua, não precisará se preocupar em achar uma farmácia aberta.

    – seja qual for a opção de hospedagem escolhida (hotel, pousada, apartamento, casa alugada), cheque se haverá berço para o bebê, se há roupa de banho e cama e principalmente em que andar fica o quarto ou apartamento. Previna-se quanto à abertura de janelas e varandas. Cheque a disponibilidade de microondas e frigobar. São uma mão na roda para esquentar um leite ou uma comidinha de emergência.

    – não se esqueça das “referências portáteis”: leve livros, brinquedos, bonecas, bichinhos de pelúcia. Toda criança precisa desse conforto, principalmente para quando a viagem não está agradando tanto assim, como durante as intermináveis horas dentro do avião. Escolha os preferidos da criança e priorize os que ocupam menos espaço na bagagem.

    – monte um kit de remédios: analgésicos, antitérmicos, antialérgicos, remédio para vômitos, soro fisiológico e toda medicação de hábito da criança. E não se esqueça do telefone do pediatra.

    – se seu filho é alérgico a determinado tipo de alimento, pesquise locais onde é possível encontrar comida adequada.

    – faça um seguro saúde com assistência médica local.

    – lembre-se dos equipamentos necessários para a “portabilidade” de seu filho: carrinho de passeio, cadeirinha de carro, bebê conforto, etc.

    Por fim, pensa nas comidinhas e bebidinhas: leve no avião algumas coisas que seu filho gosta de comer e beber. Lembre-se que a comida do avião é bem pouco palatável. Vale a pena conferir as restrições impostas pela ANAC quanto ao transporte de líquidos e comida no avião. 

    É possível que, ao chegar no seu destino, ainda mais se for em outro país, tenha que descartar os alimentos e bebidas da mala de mão. Mas ao menos, você garante aos filhos um voo confortável!

    E então? Gostou das nossas dicas de como arrumar a mala das crianças? Deixe o seu comentários?

    Compartilhe:
    Leia mais:
    Priscila Reis

    Baiana, viajante profissional e advogada na área de direito digital, fundou o site #voali depois de muitas andanças pelo mundo, aliado ao seu interesse por tecnologias da internet. Prefere voltar a um lugar amado mil vezes do que conhecer mil lugares.

    4 Comentários
    • socorro
      Posted at 00:33h, 27 fevereiro Responder

      adorei.

    • marjory
      Posted at 01:47h, 02 junho Responder

      Adorei gostei muito

    • RaissA
      Posted at 11:33h, 10 julho Responder

      Legal

    • Ariane
      Posted at 11:54h, 19 dezembro Responder

      não esqueceu de nada, muito bom

    Deixe seu comentário