O que pode levar na mala de mão e itens proibidos pós pandemia Compartilhe:

O que pode levar na mala de mão e itens proibidos pós pandemia

Compartilhe:
Índice:

    O que pode levar na mala de mão e itens proibidos pós pandemia

    Primeiramente, temos que em uma viagem, normalmente você poderá levar na mão um artigo pessoal + uma bagagem de mão. Com o intuito de detalhar o assunto, falamos sobre os limites, dimensão padrão de mala e algumas outras dicas no post 10 dicas para arrumar a mala de mão. Neste post, contudo, apontaremos quais itens você pode levar na mala de mão e os itens proibidos. 

    O que muda em viagens pós coronavírus?

    Na verdade, acreditamos que TUDO irá mudar. O mundo vai mudar e a forma como as pessoas viajavam até então também. As regras pós pandemia decorrente do coronavírus ainda são incertas, e não há um padrão. Portanto, fique atento às recomendações da companhia aérea que você irá usar. Atenção maior ainda aos vôos internacionais, que, com certeza, terão regras rígidas de segurança e higiene, inclusive em relação àquilo que estamos transportando na bagagem de mão. Assim, veja abaixo as nossas dicas para você preparar a sua mala de mão com facilidade!

    Itens permitidos na mala de mão

    Precisamos escolher o que levar na mala de tal forma que caibam, sempre respeitando as regras das companhias aéreas quanto ao tamanho. A bagagem de mão, por certo, precisa caber no compartimento superior, e a bolsa, mochila ou sacola no assento à sua frente. Exceção se aplica às pessoas que viajam na primeira fileira e saída de emergência, as quais terão que acomodar todos os itens nos compartimentos fechados. Portanto, listamos abaixo os itens que são permitidos e que coincidem com as nossas dicas do que levar.

    Lista para anotar:

    1. Álcool gel 70% num frasco de até 100ml
    2. Máscara facial (proteção contra vírus) e máscara para dormir, se gostar de dormir no avião
    3. Lenço umedecido + frasquinho de 100ml com Lysoform para limpar o assento (nossa dica!)
    4. Casacos
    5. Mantas e cobertores (desde que caibam dentro da mala)
    6. Travesseiro (melhor que seja pequeno e próprio para viagem para não incomodar o passageiro ao lado)
    7. Perfume (até 100ml se for voo internacional, e o ideal é adotar essa regra mesmo em voo nacional)
    8. Líquidos como géis, cremes, aerossóis, desodorante, pasta de dente e similares, o ideal é seguir sempre a regra para voos internacionais, de frascos com até 100ml cada item. Dentro do Brasil, é possível levar líquidos até 1 litro, mas eles analisam, questionam, então é bom checar as restrições impostas pela companhia aérea, ainda mais pós pandemia. Para bebida alcoólica, veja o post Regras para transporte de bebidas no avião
    9. Livros e revistas
    10. Computador, tablets, celular, bateria extra, carregadores e cabos
    11. Máquina fotográfica
    12. Instrumento musical que caiba no compartimento superior da cabine)
    13. Lanches fáceis já que é muito provável que tenham pouco variedade ou até parem de vender ou oferecer aos passageiros. Se estiver com crianças, é possível levar papinhas, leita e outras comidinhas suficientes para o voo.
    14. Guarda-chuva sem ter ponta
    15. Bengala
    16. Medicamentos – Leia nosso post Remédios essenciais para levar em viagem
    17.  Cigarros eletrônicos podem ser transportados na bagagem de mão, porém não podem ser usados no voo.

    Itens proibidos na mala de mão

    Outrossim, as companhias aéreas restringem alguns itens, proibindo o embarque dos mesmos na mala de mão, sacolas, bolsas ou mochilas, a saber: 

    1. Álcool líquido e outros líquidos inflamáveis
    2.  Spray de pimentos
    3. Objetos cortantes – facas, tesouras, pinças, cortadores de unha, alicates, ferramentas
    4. Gel e aerossóis acima de 100ml
    5. Armas de fogo e até mesmo armas de brinquedo
    6. Animais e plantas (somente com autorização)
    7. Alvejantes, venenos, ácidos
    8. Skate elétrico e/ou outros equipamentos com baterias de íon de litio
    9. isqueiros
    10. Compras do Duty Free tem restrições quanto à quantidade de líquidos. Veja como exemplo as regras da Latam. Recomendo olhar o site da companhia aérea que irá utilizar para ver se aplicam regras específicas nestes casos.

    Apesar de estarmos postando as regras do início de 2020, vale ficar atento aos informativos decorrentes do coronavírus postados pelas companhias aéreas, Por certo, viajar não será como antes!!!

     

    Compartilhe:
    Leia mais:
    Priscila Reis

    Baiana, viajante profissional e advogada na área de direito digital, fundou o site #voali depois de muitas andanças pelo mundo, aliado ao seu interesse por tecnologias da internet. Prefere voltar a um lugar amado mil vezes do que conhecer mil lugares.

    Sem comentários ainda

    Deixe seu comentário